SEMANA DO TRABALHADOR

Metabase realiza panfletagens e palestras no primeiro dia da Semana do Trabalhador

O primeiro dia da Semana do Trabalhador promovida pelo Sindicato Metabase começou cedo com os diretores nas portas das minas das empresas do setor extrativista de Itabira e região. Empresas como Anglo American (Conceição do Mato Dentro) e Bemisa (Antonio Dias) também receberam a visita dos diretores do Metabase Itabira, além da Vale e Belmont. Os funcionários destas empresas receberam um boletim com informações alusivas ao Dia do Trabalhador e também dos seis meses de gestão da atual diretoria. “É sempre muito bom estar em contato com os trabalhadores. Não podemos perder este contato nunca. São eles o principal motivo do Sindicato, por isso estamos sempre ouvindo-os, seja em assembleia, seja nas portas das empresas, disse o presidente do Sindicato André Viana. "Barragens em Itabira" foi o tema da primeira palestra de uma série que haverá durante a semana. A palestra foi proferida por Quintiliano Fernandes Guerra, engenheiro civil e gerente de geotécnica e hidrogeologia da empresa Vale. De acordo com o engenheiro, “no Brasil são cerca de 24.000 barragens, sendo 790 ligadas à mineração. Tivemos duas grandes falhas (Mariana e Brumadinho) e o modelo à montante tem de acabar. É necessário sim acabar com as barragens e caso seja necessário construí-las, que seja o modelo a jusante, o método convencional mais seguro”. Ainda de acordo com o engenheiro, as alternativas para o futuro da mineração são: maior aproveitamento no processo (de extração mineral); reaproveitamento dos rejeitos, secagem e empilhamento dos rejeitos e o sequenciamento de lavras, visando permitir a ocupação de cavas exauridas. “O desafio da Vale é o tamanho da escala, pois o volume de produção é grande, muito minério para ser processado e isso dificulta evitar as barragens, mas todo um processo está sendo estudado e gerenciado”.

Em seguida, Gustavo Henrique Lopes Machado, pesquisador e estudioso do Instituto Latino Americano de Estudos Socioeconômicos (Ilaese) trouxe a palestra com o tema: A situação dos trabalhadores no Brasil e o papel do movimento sindical. Royalties da mineração, carga tributária, e a importância do movimento sindical foram os temas abordados. De acordo com o estudioso “a carga tributária tem por principal objetivo o financiamento da dívida pública. Infelizmente em nosso país que paga os impostos é a enorme maioria da população de renda média e baixa”. Com relação ao movimento sindical “a reconstrução de um movimento sindical forte, independente e organizado é fundamental para reverter os rumos do Brasil”, finalizou.

Bruno Gomes, diretor do Departamento de Comunicação do Metabase Itabira disse sobre importância das palestras: “Dois temas super atuais, afinal, barragens em Itabira vem de encontro ao anseio da população. Os desastres acontecidos em Mariana e Brumadinho tem deixado a população em pânico, literalmente. A palestra com o Quintiliano vem tentar amenizar o sentimento do itabirano com relação à essas estruturas”. Carlos Estevam “Cacá” disse que “o segundo palestrante da noite (Gustavo/Ilaese), trouxe aos presentes o verdadeiro papel do movimento sindical, em um momento que o governo faz de tudo para dificultar o movimento em prol dos trabalhadores. Foi uma noite de muita informação, saio satisfeito com o aprendizado”.

André Viana, disse que “os sonhos começam pequenos e hoje estamos dando o primeiro passo de um grande sonho: realizar a Semana do Trabalhador pela primeira vez na história do Metabase. É apenas o início.”

A Semana do trabalho continua hoje com a passeata cívica pela avenida João Pinheiro até a Câmara Municipal, com uso da tribuna por André e shows com a banda L6 e Zé Geraldo, além de homenagens e sorteios de prêmios na Praça do Areão.



 

 

CONTATO

Para informações, dúvidas, denúncias, não deixe de entrar em contato.

Compartilhe este site!

Endereço

Rua Mestre Emílio, 93 - Pará
Itabira/MG, 35900-028 

Contatos

comunicacao@metabase.com.br  
Telefone: (31) 3831-6364