Comerciantes solicitam reunião com Metabase

André Viana representou o sindicato no encontro

O vereador e presidente do Metabase Itabira André Viana realizou uma reunião com comerciantes de diversos segmentos do município no início da noite desta quinta-feira. A reunião foi para fazer um levantamento da situação dos comerciantes que estão com os alvarás de funcionamento suspensos por força do decreto 3178/20 por causa da situação de emergência pública causada pelo novo coronavírus. André Viana abriu a reunião dizendo era “importante frisar que não estavam defendendo a abertura do comércio a ferro e fogo, a todo custo. Não somos irresponsáveis diante deste problema, mas queremos discutir formas responsáveis de flexibilizar algumas ações propostas pelo governo do Estado. O Governador Romeu Zema que na segunda-feira, (6) que deve flexibilizar medidas de confinamento para algumas cidades do interior que já estão acontecendo, cerca de 150 cidades já flexibilizaram as medidas de distanciamento. “Reconhecemos que o número de novos casos aumenta dia a dia, mas com uma tendência à estabilidade e, posteriormente, até a um decréscimo”, disse André Viana. Ainda de acordo com o vereador, a reunião foi necessária para ouvir dos comerciantes a real situação deles, principalmente financeira. “Itabira possui 31 mil empregos formais sendo 14,7% oriundos do comércio, são 6 mil pessoas com sério risco de perder os empregos e algumas já estão perdendo. Há caso de uma empresa que demitiu cerca de 30 funcionários e outras que já pensam em fechar as portas, literalmente pedir falência”. Uma das sugestões discutidas no encontro foi a troca do tipo de isolamento, proposto pelo ministério da Saúde que a partir de 13 de abril, os municípios, Distrito Federal e Estados que implementaram medidas de Distanciamento Social Ampliado (DSA), onde o número de casos confirmados não tenha impactado em mais de 50% da capacidade instalada existente antes da pandemia, deverão iniciar a transição para Distanciamento Social Seletivo (DSS). Um comerciante do ramo de confecções que não quis se identificar disse que seria uma maneira de aliviar e retomar as vendas: “Vamos impor regras para não voltar de qualquer jeito. Não aglomerar dentro das lojas, atender na porta do comércio evitando entrar no comércio, servir álcool em gel para os clientes. Estamos dispostos a fazer nossa parte, mas é necessário dialogar com o legislativo, executivo, judiciário e ministério público. Do jeito que está vamos explodir”, desabafou. André lembrou que mais de R$60 milhões de reais foram injetados na região por força das negociações em PLR com Vale e Anglo e com o pagamento das suplementações da Valia: “Os comerciantes ainda não viram a cor deste dinheiro”, disse outro comerciante que também não quis se identificar. O decreto do prefeito que reconhece calamidade pública no município recebeu diversas críticas dos lojistas, bem como a falta de uma barreira sanitária nas entradas da cidade. Outras críticas foram as abordagens dos fiscais da prefeitura e de alguns policiais militares juntos aos comerciantes. Ao final de reunião foi formada uma comissão com cinco representantes, tendo André Viana como porta voz. “Tem de haver diálogo, tem de haver uma discussão com os comerciantes atingidos diretamente, vamos lutar por isso e tenho certeza de que todas as partes querem o melhor. É para isso que estamos lutando”, disse André ao final da reunião.

As reivindicações que serão levadas às autoridades são:

Reunião com vereadores para análise da situação.

Reunião com o prefeito para discussão do distanciamento social

Abuso na fiscalização dos fiscais municipais.

Abordagem de Policiais Militares.
Reabertura do comércio com observância às ações do Ministério da Saúde e Governo do Estado. 

Postagem 15/04/20



 

 

 

 

CONTATO

Para informações, dúvidas, denúncias, não deixe de entrar em contato.

Compartilhe este site!

Endereço

Rua Mestre Emílio, 93 - Pará
Itabira/MG, 35900-028 

Contatos

comunicacao@metabase.com.br  
Telefone: (31) 3831-6364